YouTube

Got a YouTube account?

New: enable viewer-created translations and captions on your YouTube channel!

Portuguese, Brazilian subtitles

← A deficiência no Vietnã

Dan is in Hanoi where people with disabilites are rarely seen, on screens or on the streets.

Dan está em Hanoi, onde pessoas com deficiências raramente são vistas nas telas ou nas ruas.

Get Embed Code
16 Languages

Showing Revision 2 created 12/24/2013 by Vitor Visconti.

  1. [Attitude Live]

  2. [Música]
  3. 60% dos deficientes vivem em municípios e cidades ao longo da Ásia e do Pacífico,
  4. mas aqui em Hanoi eu me destaco,
  5. isso porque os deficientes não são vistos como parte da vida diária.
  6. [música]
  7. E qual é o papel que as emissoras e os produtores gostam que eu represente?
  8. [música]
  9. A Associação Asiática de Emissoras.
  10. É uma das maiores e mais poderosas organizações de televisão governamental.
  11. [música]
  12. É ótimo que os 700 representantes dessa conferência estejam
  13. ávidos por encontrar uma forma de serem capazes de desempenhar um papel
  14. na mudança da atitude em suas comunidades.
  15. [música]
  16. As pessoas com deficiências de onde você vem costumam aparecer na televisão?
  17. Pra falar a verdade, não muito.
  18. Eu gostaria que aparecessem mais, mas isso não acontece,
  19. e acho que a culpa é nossa, da mídia,
  20. e em parte eu acho que eles hesitam em se expor.
  21. Somos as pessoas que desfazem uma série de mitos, sabe,
  22. somos as pessoas que contam ao povo.
  23. Acho que é isso o que a mídia faz, ela tenta criar pontes sobre abismos
  24. para unir as pessoas.
  25. Então eu acho que a mídia tem um grande papel, não apenas para capacitar deficientes
  26. mas em muitas áreas,
  27. principalmente dando poder ao povo.
  28. O que eu tiro disso é:
  29. não basta apenas aos deficientes chamarem a atenção na mídia,
  30. precisamos liderar.
  31. Com a combinação das transmissões tradicionais com novas tecnologias,
  32. conseguimos uma oportunidade para criar mais canais do que nunca
  33. e elevar a consciência de pessoas com deficiências.
  34. O fato é que estamos entrando numa nova era que nos dá grandes oportunidades.
  35. [AttitudeLive]