Having trouble using Amara with Firefox? We’re working on a fix now.
Hide

Amara

Loading... Select your Languages
YouTube

Got a YouTube account?

New: enable viewer-created translations and captions on your YouTube channel!

Portuguese, Brazilian subtitles

← Tudo é um Remix

Remix é uma arte popular mas as técnicas envolvidas - coletar material, combiná-lo, tranformá-lo - são as mesmas usadas em qualquer nível de criação. Pode-se dizer até que tudo é um remix. Para apoiar a série por favor visite:
http://www.everythingisaremix.info/?page_id=14

Get Embed Code
30 Languages

Showing Revision 17 created 07/12/2013 by Bacon_Grill.

  1. Remix.

  2. Combinar ou editar materiais existentes
    para produzir algo novo.
  3. To termo remix aplicava-se originalmente à música.
  4. O termo passou a ser proeminente no século
    passado durante o apogeu do hip-hop,
  5. o primeiro tipo de música a incorporar
    o sampling de gravações já existentes.
  6. Exemplo precursor:
  7. O Sugarhill Gang usa samples do riff de baixo de Chic's "Good Times" no hit "Rapper's Delight" de 1979.
  8. Desde então a mesma bassline
    foi usada dezenas de vezes.
  9. Pule para o presente e qualquer
    um pode remixar qualquer coisa.
  10. música, vídeo, fotos, tanto faz.
  11. E distribuir globalmente praticamente instantaneamente.
  12. Você não precisa de ferramentas caras,
  13. você não precisa de um distribuidor.
  14. você não precisa nem de habilidades.
  15. Remixar é uma arte popular - qualquer um pode fazê-lo.
  16. Contudo essas técnicas
  17. Coletar material, combinando-o, transformando-o
  18. são as mesmas usadas em qualquer nível de criação.
  19. Pode-se até dizer que tudo é um remix.
  20. Para explicar, vamos começar na Inglaterra, em 1968.
  21. Parte 1: A Música Permanece a Mesma.
  22. Jimmy Page recruta John Paul Jones, Robert Plant
    e John Bonham para formar Led Zeppelin
  23. Eles tocam um blues extremamente barulhento
    que logo seria conhecido como-
  24. Espere, vamos começar em Paris em 1961.
  25. William Burroughs cunhou o termo "heavy metal"
    no romance "The Soft Machine",
  26. um livro que foi composto utilizando a técnica de cut-up,
  27. usando textos já existentes
    e literalmente recortando-os e reagrupando-os.
  28. Assim, em 1961, William Burroughs não
    apenas inventa o termo "heavy metal",
  29. o segmento musical em que Zeppelin e
    alguns outros grupos seriam pioneiros,
  30. como produz um remix precursor.
  31. Voltando ao Led Zeppelin.
  32. Na metade da década de 1970, Led Zeppelin
    é a maior banda de rock em turnê nos Estados Unidos.
  33. Ainda assim muitos críticos e colegas os taxaram como
  34. rip-offs..
  35. O caso foi esse:
  36. As sessões inicial e final de "Bring it on Home"
    foram extraídas de uma música de Willie Dixon.
  37. entitulada - não coincidentemente - "Bring it on Home"
  38. Interpreteda por Sonny Boy Williamson.
  39. "The Lemon Song" utiliza várias partes da letra de "Killing Floor" de Howlin' Wolf.
  40. "Black Mountain Side" usa a melodia de "Blackwaterside", um arranjo composto por Bert Jansch.
  41. (Jansch)
  42. "Dazed and Confused" apresenta uma letra diferente, mas é claramente um cover (sem os devidos créditos) da música de mesmo título de Jake Holmes.
  43. Curiosamente, Holmes os processou 40 anos depois.
  44. E a grande, "Stairway to Heaven" tem sua abertura de "Taurus", do Spirit's.
  45. Zeppelin participou de turnê com Spirit em 1968,
  46. três anos antes do lançamento de "Stairway" .
  47. Zeppelin claramente copiava muito material de outras pessoas,
  48. mas isto somente, não é incomum.
  49. Somente duas coisas diferenciavam Zeppelin de seus companheiros.
  50. Primeiramente, quando Zeppelin usava material dos outros,
  51. ele não atribuía a composição para o artista original.
  52. A maioria dos grupos britânicos gravavam vários covers,
  53. mas contrário de Zeppelin, eles não alegavam terem escrito tais músicas.
  54. Em segundo lugar, Led Zeppelin não modificava as versões originais suficientemente para afirmar que eram peças novas.
  55. Muitas bandas fechavam seus shows com seus predecessores,
  56. mas eles tentavam mais emular o som geral das músicas do que tocar especificamente suas letras ou melodias.
  57. Zeppelin copiava sem fazer as mudanças fundamentais.
  58. Portanto, esses dois fatores.
  59. Covers: performances de material alheio.
  60. E "knock-offs": cópias que se mantinham nos limites da lei.
  61. Estes são exemplos de longa data de remixing legal.
  62. Essas coisas contam para quase tudo que a indústria do entretenimento produz,
  63. e é daqui que iremos para a parte 2.
  64. Escrito e Mix por Kirby Ferguson
  65. Acompanhe o projeto no Twitter: Twitter.com/RemixEverything
  66. Fontes completas, referências e links de compra em EverythingisaRemix.info
  67. Espere, uma última coisa.
  68. No acordar de seu grande sucesso,
  69. Led Zeppelin se tornou de copiador para copiado.
  70. Primeiro nos anos 70 com grupos como Aerosmith, Heart and Boston,
  71. depois durante o movimento heavy metal dos anos 80,
  72. e mais adiante para a era do sampling.
  73. Aqui estão as batidas de "When the Levee Breaks" em sampling e remix.
  74. Em defesa de Zeppelin, ninguém nunca processou alguém por isso.
  75. Olá, sou Kirby, fiz o video que você acabou de assistir, Everything is a Remix.
  76. Se você gostou do video por favor acesse o EverythingisaRemix.info e doe um pouco de dinheiro.
  77. qualquer quantia que você puder doar será muito agradecido
  78. e irá me ajudar a dedicar tempo para completar os três episódios restantes
  79. - será uma série de quatro partes.
  80. o site possui diversas informações complementares que acredito que possam ser interessantes também.
  81. Você também pode encontrar links para músicas e videos e tal deste video.
  82. Se você de repente gostar de algo, poderá encontrar lá e comprá-las.
  83. É também um bom jeito de se manter atualizado com as últimas notícias a respeito da série.
  84. Acho que é isso.
  85. OK, obrigado por assistir e nos vemos na próxima.